3 de março de 2017

Airbnb: Porque utilizá-lo?

airbnb

O Airbnb, plataforma online de aluguel de imóveis ou parte deles, tem conquistado espaço diante do público que até então só possuía os meios tradicionais de hospedagem (tais como: os hotéis, albergues, pousadas e afins). O principal fator para tal popularidade está no preço das diárias, – que cabem no orçamento até daqueles que estão quase no vermelho – bem como, em possibilitar aos viajantes a experiência de ter um cantinho para chamar de seu. Tentarei – prometo! – de modo sucinto destacar alguns pontos que faz deste site de hospedagem se sobressair diante de outros, partindo (claro!) das experiências que tivemos até aqui com o site. Sendo assim, também contaremos acerca dos lugares que reservamos pelo site (num outro post). Ah, importante ressaltar – tão logo – que a presente postagem não possui nenhum tipo de vinculação publicitária – ou seja, eu utilizei os serviços, gostei e estou compartilhando (Ok?) sem ganhar por isso.

O painel de busca muito se assemelha com os outros sites de busca de hospedagens, possibilitando, inclusive, ao viajante uma pesquisa mais específica – em função da faixa de preços, do espaço (se quarto inteiro, compartilhado, se o apartamento inteiro etc.), e o mostrará um mapa logo ao lado com a localização do apartamento, e a diária cobrada. Entretanto, no que se refere ao pós-viagem, você tem um diferencial. Além daquela colaboração pública dos hospedes – que todos nós vemos – você tem uma ferramenta interna de comunicação direta entre você e o Airbnb – que o permite fazer críticas e dá sugestões para a melhoria daquela hospedagem – de modo sigiloso, ou seja, você será preservado.
Há dois tipos de reservas: as reservas comuns – que já estamos acostumados – as quais, dependem de uma aceitação do anfitrião prévia para a confirmação da reserva; e as reservas instantâneas que você não precisa esperar uma aprovação do anfitrião – clicou + efetuou o pagamento = reserva confirmada. Assim, quando você opta por uma hospedagem que precise enviar um pedido de reserva – e consequentemente, tem que esperar por uma aceitação do seu anfitrião – você vai precisar utilizar um meio de pagamento (cartão de crédito e boleto). Caso, a sua opção seja o cartão de crédito, o valor de sua reserva será debitado do seu cartão. Em caso do anfitrião aceitar sua reserva, ele só receberá o valor um dia após o seu check in no apartamento. E, caso negativo, você terá que aguarda cerca de 48 horas para que eles – o airbnb – proceda com o processo de estorno de sua reserva.
Outra coisa que achei muito – mesmo! – interessante é a possibilidade que você tem de parcelar o valor total em até três parcelas (do tempo que utilizo o site de hospedagem, nunca encontrei além disso), além disso, se for em um destino internacional, você vai pagar em reais, e não em dólares, euros etc.

Administrador e Editor Geral do conteúdo do Blog. Graduado em Letras com Inglês, formação técnica em Turismo e Hotelaria, com certificação internacional pela International Cultural Center (ICC); É apaixonado pelo aprendizado de línguas estrangeiras. Fala Inglês e Espanhol. Adora viajar de forma independente, mas, sem dispensar a companhia de sua companheira, e sua grande admiradora, a mãe!

Sem comentários até agora... Seja o primeiro a deixar uma resposta!