19 de junho de 2016

Três dicas para tirar o visto americano pela primeira vez!

WP_20160617_008 1

Decida-se, planeje menos, faça mais.

A indecisão de aplicar para o visto americano já me tirou o sono, uma vez que por inúmeras vezes, pensei no que ainda me faltava para está apto a obtenção do visto. Por isso, há coisas que não adianta muito só ficar planejando o que vai fazer. A gente não pensa muito, faz. Foi o que aconteceu comigo quando decidi que era hora de tentar o visto americano. Acredite, já tinha sonhado com o momento da entrevista – e, nele o meu visto foi concedido. Logo após o sonho, pedi direcionamento a Deus, e ao ir ao trabalho vi uma mensagem num ponto de ônibus de uma agência de turismo que dizia “Nova York, espera por você!”. E, aquela frase mexeu comigo como nunca antes.

Semanas depois, como num “surto” abri o site de solicitação do visto americano, e comecei a preencher (determinado!) todas as informações necessárias no DS-160 (formulário de solicitação do visto B1/B2 Turismo/Negócios), fiz o pagamento e agendamento do CASV e Consulado Americano.

Decida-se se vale a pena fazer sozinho ou com uma empresa especializada.

Após, o “surto” cai na real, e fiquei na “paranoia” da insegurança. Não sabia ao certo se tinha feito um bom preenchimento do formulário de solicitação. Li bastante sobre o assunto e entendi que a DS-160 é o grande segredo do processo, e que um bom preenchimento da mesma, eleva as suas possibilidades de aprovação. Foi a partir daí que pedi indicação a uma amiga – do tempo de faculdade – da empresa de assessoria consular que ela havia contratado. Também entramos em contato. E, apesar de já ter feito o preenchimento. Eles revisaram todo o formulário preenchido por mim e conseguiram identificar pontos cruciais que se não tivessem sido corrigidas teriam uma maior chance de não ter o meu visto concedido. Por isso, considere a contratação de uma empresa especializada em vistos consulares. Nós, utilizamos os serviços da equipe da vistos online, mas isso não impede que você contrate uma empresa de sua confiança. Mas, antes leia o nosso post sobre o porque escolher uma empresa de vistos.

Agora que já iniciou o processo (Eba!), pesquise muito.

Sim, pesquisar é o segredo para se economizar nas passagens aéreas e hospedagem, por exemplo. Consegui salvar uns “bons trocados” – acredite! Geralmente, as passagens aéreas são o que mais pesa no orçamento de viagem. Mas, se você ficar ligado nos Melhores Destinos você pode encontrar uma boa promoção – eu já consegui comprar várias passagens, por conta deles. Já com as hospedagem, a princípio, o meu interesse era ficar próximo ao CASV ou Consulado. Entretanto, as opções existentes nas imediações sairiam mais caras. Até que descobrir (um “achado”) um flat próximo a região do aeroporto com fácil acesso ao Casv e Consulado.

Mas, não apenas isso, se você fizer o bom uso das ferramentas existentes – com o advento da tecnologia – você conseguirá se localizar na cidade, mesmo sem nunca ter colocado o pé nela antes. Inclusive, para passear pela cidade. A propósito, o pessoal do Blog Sunday Cooks fez um guia bem detalhado de como você pode utilizar o “google maps” para montar seu roteiro de viagem.

Pesquise muito sobre o processo de obtenção, e aproveite para ouvir as experiências de outras pessoas que fizeram o visto americano. Isso vai te ajudar muito a se familiarizar com as principais perguntas feitas durante a entrevista, como se portar nela e etc. O youtube está repleta de experiências!

Vem com a gente, e se pluge!

Fanpage: Se Pluga no Mundo

Twitter: Se Pluga no Mundo

Instragam: Sepluganomundo

Receba o nosso conteúdo no seu e-mail. (É só colocar seu endereço de e-mail, e verificar a imagem! Você receberá um e-mail de confirmação, clique no link, e pronto, você será informado quando publicarmos um novo post!)

Administrador e Editor Geral do conteúdo do Blog. Graduado em Letras com Inglês, formação técnica em Turismo e Hotelaria, com certificação internacional pela International Cultural Center (ICC); É apaixonado pelo aprendizado de línguas estrangeiras. Fala Inglês e Espanhol. Adora viajar de forma independente, mas, sem dispensar a companhia de sua companheira, e sua grande admiradora, a mãe!

Sem comentários até agora... Seja o primeiro a deixar uma resposta!