21 de março de 2013

Albergue em Arequipa com diária baratíssima; e a estrutura? “Meia Boca”!

Ao planejarmos nossa ida a Arequipa, fizemos algumas pesquisas em busca de uma opção econômica de hospedagem próxima a Plaza de Armas. Após, várias buscas na internet encontramos o Bothy Hostels Arequipa, com uma tarifa bem abaixo do valor convencional praticado pelo mercado. A primeira vista, ela se torna uma opção muito atraente, entretanto, há muitas coisas a se considerar antes de reservá-lo.

hostelbothly

O albergue é relativamente grande, mas, confesso que a estrutura em si, é uma tanto precária. E olha que já ficamos em vários albergues durante nossas viagens pela América do Sul. Ao chegarmos ao hostel, ainda durante o check-in fomos informados que o quarto de 12 camas que havíamos reservado, não seria o quarto em que ficaríamos, mas, num outro com 6 camas. Seria maravilhoso, se o mesmo não fosse tão minúsculo, abafado, e com camas tão baixas – e pouco espaço entre o teto e a cama de cima.

hostel

O quarto não possui porta, e está localizado acima da recepção – imagina os ruídos durante a noite, e nas primeiras horas do dia. O acesso é através de uma escada de madeira. Imagine que o interruptor da lâmpada do quarto não se encontra dentro do mesmo, mas, na recepção, logo na subida da escada. Além disso, não existem armários grandes para guardar bagagens e pertences maiores – segundo a funcionária, em outras habitações compartilhadas mais caras existem – e tão pouco em áreas comuns do hostel. Apenas aqueles pequenos lockers com tomadas para carregar baterias, e guardar pertences de valor tais como: carteira, celular, câmera fotográfica compacta, documentos e etc. Sempre ao ir à rua pedíamos a quem estivesse na recepção para que guardasse o notebook no armário dos funcionários do hostel. Apesar de serem bem legais, e falarem que não se incomodavam, acho que ficar pedindo “a” e “b” para guardar e pegar os seus pertences, é sem dúvida algo muito chato. Além de que, mesmo ao sairmos não demorávamos muito para voltar, sobretudo, pelo fato de nossa mochila pequena e a cargueira ficarem no quarto ao “Deus dará” – sem alguma segurança.

hostelbothly3

Nesse ambiente, além da “sala de internet” (com duas máquinas, teclados em espanhol, teclas ruins e por vezes, lento), funciona também uma lanchonete.

Entre todos os pontos observados, nenhum destes até aqui foram tão determinantes para que me fizesse sair em busca de outra hospedagem, quanto os dois a seguir: primeiro, a escassez de tomadas nas áreas comuns para carregar o notebook – isso pode até ser irrelevante para uns, entretanto para outros (assim como eu) que precisa está conectado, isso possui grande relevância; segundo, a falta de uma cozinha compartilhada – ambiente bem característico neste tipo de hospedagem – para que nós mesmos pudéssemos preparar a nossa comida. Na única existente, funciona uma lanchonete, onde somente funcionários podem utilizar – nesse caso para preparar as refeições dos seus clientes.

Por fim, ressalto que a pretensão desta postagem não é a de dizê-lo, de modo algum, que não se hospede neste albergue; tenho como principal objetivo, mostrá-lo uma visão diferente daquela disponibilizada pela fonte oficial – que por vezes, apresentam informações desatualizadas, e/ou não tão claras.

Informações Gerais:

Serviço

Diária: 6,50 dólares – café da manhã incluso (chá, café, leite, pão, geleia, manteiga);

Quarto: seis camas;

Outros

Bar – 1a dose de Pisco gratuita.

Agência de turismo.

Terraço com vista para o Vulcão El Misti.

Sala de vídeo com TV a cabo, aparelho DVD com vários títulos.

Lanchonete – vale ressaltar que eles não possuem cozinha compartilhada.

Sala de Internet – Com dois computadores, teclados com defeito (não há precisão nas teclas).

Bookstore – Venda ou troca de livros usados.

Administrador e Editor Geral do conteúdo do Blog. Graduado em Letras com Inglês, formação técnica em Turismo e Hotelaria, com certificação internacional pela International Cultural Center (ICC); É apaixonado pelo aprendizado de línguas estrangeiras. Fala Inglês e Espanhol. Adora viajar de forma independente, mas, sem dispensar a companhia de sua companheira, e sua grande admiradora, a mãe!

2 Respostas para “Albergue em Arequipa com diária baratíssima; e a estrutura? “Meia Boca”!”


  1. Deprecated: Function ereg() is deprecated in /home/spedhiebkl33/sepluganomundo.com/wp-content/themes/headlines/includes/theme-comments.php on line 79

    Deprecated: Function ereg_replace() is deprecated in /home/spedhiebkl33/sepluganomundo.com/wp-content/themes/headlines/includes/theme-comments.php on line 79
    Laura
    Responder 25. mar, 2013 at 5:33

    Vamos ser honestos, é um albergue, é um albergue barato, vc tem o que vc paga. Quer pagar barato achando que vai encontrar um Sofitel da vida? Se liga, além do mais para se encontrar albergues bons, e baratos vc precisa de muita pesquisa, e sites de viajantes com fotos como o tripadvisor.


    • Deprecated: Function ereg() is deprecated in /home/spedhiebkl33/sepluganomundo.com/wp-content/themes/headlines/includes/theme-comments.php on line 79

      Deprecated: Function ereg_replace() is deprecated in /home/spedhiebkl33/sepluganomundo.com/wp-content/themes/headlines/includes/theme-comments.php on line 79
      Cidilan da Apresentação
      Responder 25. mar, 2013 at 20:33

      Laura,
      Tudo bem?

      Infelizmente, você não entendeu a proposta do texto. Se você observou, o objetivo do texto, não foi de dizer para você se hospedar ou não. Apenas, falei da minha experiência. Me hospedei apenas um dia, no quarto mais barato – a proposito – e o problema não está só no quarto. Mas, na estrutura em si. Tanto que, paguei um quarto privado com duas camas num Hostal na esquina – vou escrever logo. Entre pagar 60 soles num quarto privado no Bothly Hostel, e pagar 45,00, 50,00 ou 60,00 soles… num outro com cozinha, e tomadas e lockers nas areas comuns…
      Enfim… de qualquer maneira, agradeço por seu comentário.

      Abraço!