8 de novembro de 2012

Visitando UK

VISITANDO  O  REINO UNIDO!

Queridos leitores, hoje começo minha caminhada por este simpático blog, que nos convida a se plugar no mundo. Então pessoal “let’s go”!

O Reino Unido tem uma população estimada em 61.4 milhões, formado pela Inglaterra, Irlanda do Norte, Escócia e País de Gales. Seu principal aeroporto fica em London Heathrow, com acesso fácil via trem e metrô (TUBE UNDERGROUND), a moeda é a libra esterlina (POUND STERLING) a língua é o Inglês, Welsh, Galês,  (do País de Gales) Escocês e o Gaélico (Irlandês). Principais cidades: Londres, Edinburgh, Cardiff, Belfast.

Londres onde vivo atualmente. A terra da rainha é muito visitada por pessoas de todas as partes do mundo e, mais que visitada, é um dos lugares favoritos das pessoas para viver. Não falaremos sobre paisagens ou pontos turísticos, aqui o tema é sobre pessoas, vida, facilidades e dificuldades que se encontra quando partimos para uma aventura no exterior. E principalmente os limites na chegada, ali mesmo, no aeroporto.

 O Reino Unido oferece excelentes condições de vida, incluindo excelentes transportes públicos, vida cultural intensa, convívio com pessoas de diversas nacionalidades. Muitos brasileiros vivem em Londres, fiquem cientes que, aqui no Reino Unido, está a maior comunidade brasileira da Europa. Não é Portugal, o País que mais abriga brasileiros, como muitos pensam, é o Reino Unido. Apesar do tão diferente clima e da língua inglesa.

Temos aqui um editorial que se chama “Brazilian Post” que também possui sua edição online, (www.brazilianpost.co.uk) onde também tenho um blog. Este jornal é o único por aqui que edita em inglês e Português, o que facilita a leitura para os diversos apreciadores da cultura brasileira no exterior. Existem outros jornais e magazines que noticiam tudo o que acontece na comunidade brasileira em Londres, como a revista LEROS, o Brazilian News e outros mais.

Resumindo temos uma comunidade brasileira muito forte no Reino Unido, temos aqui também o representante dos Brasileiros na Europa pelo CRBE (Conselho de representantes de brasileiros no exterior), Carlos Mellinger, o Presidente da “Casa do Brasil”  em Londres, associação que auxilia os brasileiros no Reino Unido, o que também nos faz acreditar que definitivamente viver aqui é muito bom!

 

E como começar essa visita? Será seguro visitar Londres sem um visto?

Em tese a Lei britânica  não exige visto para o brasileiro em visita, entretanto, a documentação exigida é bastante exigente e tudo deve estar conforme a Lei nos mínimos detalhes. Desde sua estabilidade no Brasil, suas viagens anteriores, o motivo real de sua visita ao Reino Unido, seu alojamento, se tem amigos ou familiares residindo, ou, se sua visita está mascarando uma ida em definitivo para este País. A deportação é algo que pode acontecer a qualquer  pessoa, esteja ela com visto ou não, tudo depende se o momento da entrada ela reúne todos os requisitos.

Se alguém sai do Brasil para visitar o Reino Unido, então, esta é uma visita turística, esta pessoa deve ir munido de passaporte válido, com no mínimo seis meses de validade antecipando o seu vencimento, deve apresentar meios de subsistência suficientes e alojamento seguro; pois, o governo britânico não quer nenhuma responsabilidade pelo sustento de estrangeiros, caso isto aconteça, uma vez o estrangeiro dentro do território britânico, este estará sob sua proteção, portanto são exigidos requisitos dessa categoria.  A deportação pode ocorrer porque nenhum país está obrigado a receber estrangeiros em seu território e como já disse no principio tudo depende da situação em particular de cada cidadão. Um erro grave é dizer ao Home Office (policia federal britânica) que está visitando o país e que vai estudar inglês, se vem pra estudar precisa de visto de estudante, ou não diga nada na entrada. Se vem com intenção de ficar, peça um visto de entrada, porque caso reúna condições mais tarde para adquirir permissão para trabalhar e/ou estudar, a Lei exige como requisito que esta pessoa tenha entrado no País com uma permissão válida.

Os que têm familiar residindo legalmente, ( settled ) podem vir como visitante de familiar e querem mais tarde pedir o visto também vão precisar apresentar o visto de entrada que é o que se chama de “Entry Clearance”; ele é válido por 6 meses mas precisa ser substituído assim que possível por uma permissão de trabalho, o que se faz antes do prazo dos 6 meses terminar.

O cidadão que tem familiar comunitário residindo em UK,  pode também aplicar para a reunião familiar mas ainda assim devem, quando ainda no Brasil, aplicar para o “Entry Clearance” a fim de não terem problemas futuros.  Uma vez que a Lei também exige a sua entrada legal. Mesmo que venham juntos para UK, se a intenção é mais tarde fazer o reagrupamento famíliar, ou seja, a permissão para familiar de cidadão de país membro da União Européia deverão cumprir o requisito do Entry Clarence.

Resumindo, o ideal é aplicarem para o “ Entry Clearance”  porque  dessa forma  a deportação é algo não ocorrerá a menos que o visitante ofenda  a ordem pública em pleno aeroporto.

Uma Boa viagem a todos!

Claudia M Vieira

Brasileira, natural do Rio de Janeiro, professora universitária e advogada especialista em Direito Internacional, inscrita no CCBE ( conselho dos advogados europeus), inscrita na Ordem dos Advogados de Portugal e na OAB/ RJ, atua como consultora na empresa Immigration Premium em Londres,na área de imigração e atua como advogada na área de Direito de Familia Internacional na Europa e no Brasil. Escritórios no Brasil e em Portugal, (Lisboa) com parceria na Holanda Espanha e Itália. Email : claudiaadv.vieira@gmail.com Phone : +44 7466803199 (UK) +351 913162890 (Portugal) SKYPE claudia.vieira7747 website: www.brazileuropelaw.com - http://www.immigrationpremium.co.uk/

Sem comentários até agora... Seja o primeiro a deixar uma resposta!