8 de maio de 2012

Visita Guiada ao Teatro Solís

Quando viajamos para Montevidéu no final do ano passado tivemos a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre a Ciudad Vieja a pé, acompanhados por um guia uruguaio através da experiência “Free tour” que vem se espalhando por vários países da América Latina, inclusive no Brasil, e também na Europa, onde popularmente ficou conhecida como “walk tour”. Entre um ponto e outro, eis que recebemos uma prévia de informações significativas do que poderíamos encontrar no Teatro Solís. Aproveitamos que todas as quartas feiras às 16h (último horário) as visitas guiadas em Espanhol são gratuitas, e decidimos que logo o visitaríamos.

Nem todos têm a possibilidade de chegar/estar na cidade numa quarta-feira, e tão pouco estar hospedado tão próximo a um dos principais pontos turisticos da cidade. Por isso, se tiver oportunidade planeje o seu roteiro para curtir a atividade “for free”. Mas, caso não seja possível, existem visitas guiadas todos os dias, exceto às segundas feiras.

A visita começa na parte externa, após os guias dividirem os grupos que os acompanharão durante toda a atividade, e onde recebemos as primeiras informações acerca do Teatro Solís. A propósito, o nome do teatro vem do marinheiro e espanhol, Juan Diaz de Solís, descobridor do Rio de La Plata; Ele é de longe o maior teatro montevideano, mas, é um dos mais importantes e mais antigos teatros da América do sul, sobretudo, por nele ter passado – e continua a passar – vários artistas internacionais de renome. Além é claro de contar com algumas curiosidades acerca da arquitetura, o símbolo do sol presente na fachada, e a caixinha preta localizada logo acima do sol, que em noites de espetáculos é ligada como forma simbolica de avisar a população que haverá concerto e etc, em suas dependências. Essa é uma tradição que perpassou e resistiu o tempo, e que se mantém ainda nos dias hoje.

A primeira parada é na sala principal, onde os principais espetáculos acontecem. Durante a visita, há um momento em que acontece uma pequena canja para que o visitante sinta um pouco do que é assistir um concerto, uma opera ao vivo nesse santuário artístico. Ele segue o típico estilo lírico, em que além da orquestra, ele conta com quatro anéis, conhecidos como: Baixo Tertúlia, Tertúlia alto, Panela e Paraíso.

A segunda parte é numa outra sala de espetáculos multimeios, onde ocorrem concertos, shows alternativos e etc. Nesse espaço pode-se comportar um número bem menor de pessoas, se comparado a sala principal.

Já na terceira parte da visita, divirta-se com a exposição de alguns figurinos utilizados em algum período de sua existência.

Tivemos a sorte de voltar, logo após a visita guiada, para assistir a gravação do “especial de aniversário” de um importante programa de televisão que iria ao ar em rede nacional. Pudemos assistir uma prévia de como seria assistir um grande espetáculo de opera a partir do Paraíso. Esperamos que você também tenha a oportunidade de curtir uma das várias apresentações semanais programadas de vários tipos, e claro, bolsos.

Fique esperto:
• Chegue com antecedência de 30 minutos;
• Na época em que você pretende visitá-lo, pois, eles modificam os horários durante a alta e a baixa temporadas.
• As quartas feiras no último horário de visita guiada em espanhol são gratuitas. Mas, se tiver interesse em mesmo assim pagar, você pode fazê-lo ao fim.
• As segundas feiras está fechado.

Serviço:

Endereço: Reconquista s/n esquina com a Bartolomé Mitre

Horário de visita: terça, quarta, quinta e sexta: 11h, 12h e às 16h/ sábados: 11h, 12h, 13h e às 16h/ domingo 11h, 12h e 16h.

Obs: *as 16h, fica sujeito a modificações segundo a disponibilidade da sala.

Idiomas e preços: Espanhol (20 pesos), Português e Inglês (40 pesos).

Site: http://www.teatrosolis.org.uy

Telefone: (+5982) 1950 3323 – 1950 3325

Email: info@teatrosolis.org.uy

Administrador e Editor Geral do conteúdo do Blog. Graduado em Letras com Inglês, formação técnica em Turismo e Hotelaria, com certificação internacional pela International Cultural Center (ICC); É apaixonado pelo aprendizado de línguas estrangeiras. Fala Inglês e Espanhol. Adora viajar de forma independente, mas, sem dispensar a companhia de sua companheira, e sua grande admiradora, a mãe!

Sem comentários até agora... Seja o primeiro a deixar uma resposta!