6 de julho de 2010

Um tour por Samaipata-Bolívia

Olá, plugados, fim de semestre lembra férias e férias lembram viagem, passeio, isso é fato!
Graças a Deus já estou de férias, e como vou passar as férias aqui (na Bolívia, onde estudo há um ano), decidi dá um rolé pela Bolívia fui a uma cidade aqui mesmo de Santa Cruz (estado aqui da Bolívia).
Samaipata, (palavra de origem indígena que significa descanso nas montanhas) a cerca de 120 km ao sudeste de Santa Cruz de La Sierra, é uma cidade muito histórica, lá você se depara com um visual muito arcaico, tipo colonial, em sua praça principal há pedras milenares, a arquitetura do lugar é muito rica.
Fomos minha mãe, minha tia e eu, viajamos em um carro de uma cooperativa de transportes, o preço foi 30 Bs (menos de R$10) a viajem durou cerca 3 horas. O percurso é muito lindo, cada paisagem que parece mais quadros de obra de arte.
Nós chegamos pela tarde e acabamos não fazendo nada nesse dia, procuramos uma pousada, nos hospedamos e lá se foi o dia, no dia seguinte acordamos super dispostos, e fomos ao local mais visitado pelos turistas, “El Fuerte”
El Fuerte é um sitio arqueológico, patrimônio mundial, neste local habitou a civilização Inca (cultura andina); para fazer uma trilha ao redor desse sitio, é preciso desembolsar 50 Bs, vale muito à pena, como já disse é um passeio muito cultural e enriquecedor, é como se estivéssemos dentro de um livro de historia, e o contato com a natureza é indescritível, além da presença de um guia (fomos sem guia, chegamos ao local cedo) você conta com um mapa para orientar-se na trilha.
O principal atrativo do passeio é uma rocha muito grande, esta rocha segundo arqueológicos e historiadores é o lugar onde o povo que vivia ali prestava suas adorações a seus Deuses e faziam seus rituais, a pedra foi toda esculpida e desenhada pela civilização Incas à milhares de anos, além dessa preciosidade, encontramos alicerces das habitações do povo local, sem dúvida é muito lindo.
Com o ingresso que você recebe ao pagar para fazer a trilha, podes ainda visitar ao museu local de graça, lá nós vimos peças milenares, recuperadas no “El Fuerte” como artesanatos feitos pelos Incas, armas, e até crânios, (acredita-se que há cerca de 700 corpos enterrados nos arredores), conhecemos um pouco mais da cultura inca, através de um vídeo apresentado contando um pouco mais sobre a historia.
Em Samaipata há também cachoeiras, e muitos outros atrativos naturais e históricos, por lá encontrei muitos mochileiros. Fica a dica, que tal descansar nas montanhas, respirar ar puro e beber muita água fresca?

Sem comentários até agora... Seja o primeiro a deixar uma resposta!