26 de fevereiro de 2010

Passageiros obesos e as empresas aéreas

Atualmente, algumas das empresas aéreas internacionais estão estudando a possibilidade de venderem dois acentos as pessoas obesas, em que neste segundo acento, há a possibilidade de o passageiro ganhar desconto de 75%.
O que levou a estas empresas a começar a pensar nisto? Primeiramente, pelo valor do combustível que tem um valor elevado, comparado a outros veículos de transporte, e acredito pelo desconforto e constrangimento dos passageiros obesos e o(a)(s) colega(s) de poltrona(s). As aeronaves projetadas com o objetivo de transportar o máximo numero de pessoas em suas cabines,  fato este que nota-se, principalmente, pela falta de espaço entre as poltronas, uma das maiores insatisfações dos passageiros.
Algumas empresas buscaram justificar a sua postura  acerca dos  clientes obesos, em que, é necessário, devido o alto custo do combustiveis das aeronaves, disse a empresa asiática Air Ásia X. A empresa irlandesa Ryanair, buscou respostas mais concretas acerca do tema, possui aprovação de mais de 30 mil internautas, não esquecendo da tradicional Air France/KML, que desmentiu ter dado informação alguma aos jornais franceses.
A Ryanair que é uma das maiores empresas de baixo custo (LOW COST),  foi a primeira Cia a inovar com a venda de refeições especiais à bordo, uma idéia inteligente; Contudo, de contra mão a sua inteligencia estar a sua grosseira e deporavel ideia de cobra aos seus passageiros, um valor para a utilização dos toaletes à bordo,  esta vem sendo praticada desde o ano passado, e parece me que estar dando certo, por que os passageiros continuam aceitando e memos assim voando com  esta companhia. Resaltando que, já pagamos quando compramos as passagens pelos toaletes.
Em conclusão, acredito ser de suma importância que as companhias áreas, em geral, busque acima de tudo a satisfação dos seus clientes, que na verdade é um dos maiores bens de uma companhia, diferente muitas vezes das companhias de baixo custo que priorizam a quantidade de voos do que a qualidade de seus voos. Espera-se que as companhias aéreas também tenham posturas semelhantes acerca da cobrança aos seus clientes com obesidade, mas que deixem de lado, ideias horriveis como estas em que se cobra uma taxa para utilizar os toaletes. Não esquecendo que a companhia Gol Linha Aéreas (é considerada uma empresa Low cost, em território nacional) foi a primeira Cia, nacional a vender refeições especiais à bordo aos seus clientes. Preciso, repitir para deixar claro a minha opnião (e acredito da maioria da população): Não as taxas para se utilizar os banheiros! Pois isso, seria o cúmulo.
Fonte: Jornal da Universal
Readaptação: Cidilan da Apresentação

Administrador e Editor Geral do conteúdo do Blog. Graduado em Letras com Inglês, formação técnica em Turismo e Hotelaria, com certificação internacional pela International Cultural Center (ICC); É apaixonado pelo aprendizado de línguas estrangeiras. Fala Inglês e Espanhol. Adora viajar de forma independente, mas, sem dispensar a companhia de sua companheira, e sua grande admiradora, a mãe!

Sem comentários até agora... Seja o primeiro a deixar uma resposta!