16 de fevereiro de 2010

Cartilha: Brasileiro no Exterior


FONTE: REVISTA REAL


Lançada em janeiro de 2008 pelo governo brasileiro, a cartilha “Brasileiras e Brasileiros no Exterior” traz uma série de informações úteis para os cidadãos que vivem fora do Brasil ou planejam mudar para outros países para estudar ou trabalhar. O objetivo da publicação é conscientizar os emigrantes das dificuldades que serão encontradas no destino. No formato "pocket", com 72 páginas, a cartilha lista os telefones de todas as embaixadas e consulados brasileiros no exterior, explica as diferenças entre os vistos concedidos nas diversas regiões do mundo e alerta para a obtenção de vistos de trabalho em outras nações.

A cartilha também orienta como os migrantes devem fazer remessas de dinheiro para o Brasil e traz conselhos e depoimentos de brasileiros residentes no exterior. Outras informações relevantes também podem ser encontradas no manual, como: as vacinas exigidas pelos outros países, como funcionam os diferentes sistemas de saúde, os perigos de entrar clandestinamente em outro país, a atenção que os migrantes devem ter quanto às propostas de emprego para não viver um pesadelo, os órgãos que devem ser procurados em caso de emergência e as dificuldades mais comuns enfrentadas por quem decide morar fora do Brasil.

Milhões no exterior
De acordo com dados do Ministério das Relações Exteriores, existem de 3 a 4 milhões de brasileiros vivendo fora do país atualmente, sendo que a maioria é composta por trabalhadores. Grande parte migra desconhecendo os procedimentos para obtenção de vistos de trabalho, seus direitos e deveres em outros países, além dos riscos das migrações feitas de forma irregular.

Segundo informações da cartilha, um dos aspectos mais evidentes da globalização é o grande fluxo de pessoas entre países e hemisférios. A Organização das Nações Unidas (ONU) estima que existam cerca de 200 milhões de migrantes em todo o mundo. No Brasil, o movimento migratório teve início na década de 80. A partir da década de 90, o movimento foi intensificado, gerando um fluxo migratório crescente, em especial para os Estados Unidos, Paraguai, Japão e diversos países europeus.

Além das dificuldades de adaptação, os migrantes em situação irregular acabam sofrendo pela discriminação étnica e o medo de serem deportados potencializa as barreiras enfrentadas por eles. Se você reside fora do Brasil, a cartilha pode ser adquirida gratuitamente em órgãos públicos como os consulados brasileiros e associações de brasileiros no exterior. No Brasil, além de órgãos públicos, a cartilha pode ser encontrada em postos de expedição de passaporte.


Acesse o site do Ministério do Trabalho e do Emprego, clicando aqui.
Ou baixe a cartilha em PDF, clicando aqui.

Administrador e Editor Geral do conteúdo do Blog. Graduado em Letras com Inglês, formação técnica em Turismo e Hotelaria, com certificação internacional pela International Cultural Center (ICC); É apaixonado pelo aprendizado de línguas estrangeiras. Fala Inglês e Espanhol. Adora viajar de forma independente, mas, sem dispensar a companhia de sua companheira, e sua grande admiradora, a mãe!

Sem comentários até agora... Seja o primeiro a deixar uma resposta!