26 de setembro de 2009

Sacrifícios, mais possibilidades de mochilões.

Quem já não se sacrificou para ter aquele presente de aniversário? Nem que fosse um perfume de marca, ou aquele automóvel do ano. Contudo, esse sacrifício só existe por que a mídia nos apresenta uma infinidade de coisas, que terminam nos bombardeando com modinhas de tudo… “Eita” que mídia sabida.

E sabendo que todos nós possuímos esses desejos e sonhos, eles aproveitam ainda mais, pra fazer com que nos interessemos mais ainda, aproveitam e colocam logo aqueles galãs de novelas, só pra chamar a atenção e nos fazer querer comprar, só pra arrasar, com a mulherada.

Calma, auto controle é a ordem. Os preços são convidativos… tudo bem, vai em frente… Porém, não aceite fazer cartões de créditos, eles são os grandes vilões de todos os dias. Eles são os principais meios de lucro das grandes lojas. Facilita nossa vida!? Claro! Podemos pagar de “Xs” parcelas no valor de “Y”, fora isso…

Você pode criar aquele hábito de sair comprando tudo que ver pela rua, e qual é o momento que mais dá vontade de comprar (consumir)? Justamente, na hora em que você estar sem dinheiro em espécie, e muita das vezes, possuímos mais de 3 cartões, que na soma dos seus limites, dão duas vezes, ou mais, o valor do seu salário.

Já dá até pra notar, o que acontece no fim, não é? Dívidas, cabeça quente com as faturas que não param de chegar, e juros que no fim parece até o ditado popular “De grão em grão a galinha enche o papo”.

Enfim, quis apresentar uma situação em que mais os brasileiros se encaixam. Já deu pra notar, o quanto você gasta com coisas sem utilidades, ou que a perderá daqui a umas 2 estações. Certamente, essa enorme quantia de dinheiro, daria para mochilar pela Europa, se realmente você colocasse tudo na ponta do lápis.

É irresistível ver seus amigos depois de terem ido para o SHOW mais esperado do ano, ou quem sabe o clube que você tanto queria conhecer. Certamente, o motivo é o de trabalho, ou por que todo dinheiro é economizado pensando em seus próximos projetos. Não se preocupe, já vivi e vivo muito isso. O sacrifício é algo que é existente desde os tempos mais arcaicos.

Em uma coisa estou certíssimo. Seus amigos quando ouvir você contar sobre as suas experiências mochileiras, ver suas fotos de lugares inusitados, de cartões postais… Você verá nas faces deles a grande admiração e vontade de também fazer o mesmo. Você mesmo verá, que tudo aquilo que viveu em uma experiência mochileira, será muito além, do que você projetou. Em seus projetos estarão os erros, as dificuldades que o fará cada vez melhor, mais flexível, desinibido, mas disposto a se “dá” ao outro.

4 Respostas para “Sacrifícios, mais possibilidades de mochilões.”